Abgailfreitas's Blog

maio 5, 2010

APRENDER BEM/ANDRÉIA

Filed under: Uncategorized — abgailfreitas @ 2:58 pm
Tags: ,

APRENDER BEM

Andréia da Silva Souza

Podemos perceber o quanto a sociedade hoje corre bem busca de uma boa aprendizagem, de uma formação, que possa contribuir para um emprego de qualidade. Nós professores, somos os que mais vemos em busca de uma boa aprendizagem. “Porque professor é aquele que está disposto a aprender, para que possa passar para frente”. (Adolfo S. Suárez sou professor. E agora?2005)
Segundo a frase citada, do professor Adolfo, podemos ver, o quanto é grande a responsabilidade de um professor, porque um bom educador é aquele que gosta do que faz, e que está disposto a aprender e se dedicar aos seus alunos para que possam aprender bem e também ter uma boa formação, e um emprego de qualidade.
Sabemos que o professor sempre foi um exemplo, para ser seguido pelos seus alunos, e que ao transmitir o que ele aprendeu para o educando, ele irá levar consigo para sempre o exemplo. Se o professor for um leitor ou autor ele também vai querer ser. Pois ele é ou leva para onde for o que aprendeu, e o que é.
Certa ocasião, um homem abordou um velho jornaleiro:
_ Bom dia, meu amigo.
_ Bom dia, respondeu o jornaleiro.
_ O senhor mora há muito tempo nesta cidade?
_ Desde que nasci – respondeu o jornaleiro.
_ Estou chegando de mudança e gostaria de saber como é o povo daqui. Já que nasceu nesta cidade, deve conhecê-lo muito bem.
_ É verdade – falou o jornaleiro – mas, por favor, me fale antes da cidade de onde você vem.
_ Ah!É ótima, maravilhosa! Gente boa e fraterna…deixarei muitos amigos e só vou mudar por causa da minha transferência.
_ Pois bem, meu filho. Esta cidade é exatamente igual. Você vai gostar daqui.
Minutos depois, por coincidência apareceu outro homem e perguntou ao mesmo jornaleiro.
_ Como é a cidade de onde vem?
_ Horrível, muito chata, povo fofoqueiro, orgulhoso cheio de preconceitos. Não fiz um único amigo naquele lugar.
_ Lamento, meu filho, mas aqui você encontrará a mesma coisa.
Se nós trocarmos estes três personagens, por dois alunos que tiveram uma aprendizagem diferenciada, e o jornaleiro pelo mundo. Podemos perceber o quanto a aprendizagem faz a diferença; por exemplo, o primeiro educando que chega com a sua formação e a aprendizagem que adquiriu, será mais fácil para conviver no mundo.
Pois onde ele poder ir será bem recebido, e o mundo irá trazer a oportunidade que precisa com a formação que adquiriu e pode levar, como exemplo. Se o educando teve ou tem o bom conhecimento, uma boa aprendizagem, o mundo irá recompensá-lo muito bem.
Já o segundo educando não será bem recebido, pois a educação que levou, como o primeiro, que veio bem preparado para enfrentar o mundo. As coisas irão ser conforme o que ele tem e o que ele conseguiu conquistar, na sociedade em que vive.
Às vezes o educando não tem uma boa aprendizagem, porque a escola não tem como, pois as condições de recurso que a escola possui não é o bastante para contribuir no conhecimento do aluno, e acaba atrapalhando o aluno, pois não irá aprender bem, por falta de material que necessitam.
No nordeste as condições de estudo, é uma coisa que nos preocupa bastante, pois grande parte dos alunos não tem, uma sala para estudar, o professor também sofre muito com isso. As crianças que não tem escola para estudar, elas estudam em um pequeno quarto feito pelos seus próprios pais.
O trabalho do professor com essas crianças fica muito difícil, porque além de estarem em quarto pequeno, cada criança que está ali, estuda uma série diferente, então o educador tem que rebolar, para conseguir educar cada criança.
Portanto, para termos uma boa aprendizagem, precisamos de recursos, de formações, de conhecimento, e o principal de cuidado, cuidado com a aprendizagem, com as condições que a escola nos proporciona para orientarmos nossas crianças. “Pois o mundo a nossa volta será exatamente aquilo que nele fizermos”. (Legrand:página 21:2004)

O QUE CONTRIBUI PARA A APRENDIZAGEM

Sabemos que uma boa escola com professores preparados, contribui bastante para que o aluno tenha uma boa aprendizagem. Mais não é só isso, é preciso ter um professor criativo, que incentive a participação dos alunos, seu comportamento, disciplina é uma das coisas fundamentais, recurso para o estudo.
O professor é a peça principal que contribui para aprendizagem do aluno, pois é ele quem orienta, incentiva o aluno e prepara ele para o futuro. Por isso que para sermos professores, temos que está preparados, formados, capacitados, e o principal, querer realmente ser professor de verdade e não de mentirinha, pois estamos trabalhando com crianças que irão administrar o futuro.
A responsabilidade que temos em mão é enorme, mais existem vários meios de trabalhar com nossos alunos que podem contribuir para sua aprendizagem, um deles é a criatividade. Segundo Adolfo S. Suárez em seu livro “Sou Professor e agora?”(2005 página 50) diz que uma das maiores dificuldades do professor é apresentar as lições de maneira criativa.
A criatividade do professor dentro da sala, faz com que o aluno melhore seu comportamento, queira participar do tempo de estudo, e dependendo da criatividade do professor, o educando, não vai ter tempo para atrapalhar as outras crianças que querem aprender.
De acordo com a apostila “estudos /alfabetização” (página 67) “fala que o desafio do professor é armar boas situações de aprendizagem para alunos; atividades que representem possibilidades difíceis, mas coloquem dificuldades possíveis”. O educar tem que criar situações na sala, para que chame atenção dos seus alunos para que queiram participar do tempo de estudo.
São vários os métodos que podem ser usados dentro da sala, que envolve os alunos para participarem e terem interesse nos estudos. Um deles que é um dos mais importantes, é sair da rotina, outro é despertar a curiosidade deles, estimular a participação da classe, chamar a atenção deles com objetos, materiais, e figuras etc.
A grande parte dos professores sentem bastante dificuldades em usar a criatividade, outros não querem sair da rotina, às vezes não se preocupam em usar a criatividade. Então cabe ao educador ter vontade e querer ser um educador, para que não prejudiquem nossas crianças, que serão o futuro da nossa sociedade.
Sabemos que a criatividade é uma peça fundamental e que contribui para aprendizagem dos nossos alunos, mais não é só a criatividade que faz parte da aprendizagem, mais o comportamento também faz parte, pois está bem ligado a criatividade, que é com ele que o educando tem um bom comportamento.
Sabemos que cada aluno que está dentro da sala, possui um comportamento diferente, e cabe ao educador saber lidar com o comportamento de cada um, pois é através de suas ações que veremos como saber lidar com cada aluno, para orientar em sua aprendizagem.
Segundo Adolfo S. Suárez, fala em seu livro. Sou professor e agora? (2005, página 94) que é importante que o professor tenha uma postura adequada ao comportamento de cada aluno. Concordo com o professor, que o professor tem que ter uma postura, pois para saber trabalhar com o aluno, nós vamos ter que saber trabalhar com o comportamento de cada um dentro da sala.
Quando falamos em comportamento, nos vem logo na mente, a questão de indisciplina, que vem atrapalhando a aprendizagem do educando. Alunos indisciplinados atrapalham toda a sala, e o professor acaba perdendo o seu crédito com os outros por não saber trabalhar com um, ou mais alunos que não tenham disciplina.
Às vezes a indisciplina vem por falta de recursos que a escola possui. Por exemplo temos nas escolas classes com muitos alunos, com 40 a 50 alunos, e às vezes com um só professor, aí vem aquela questão, como os educadores irão trabalhar o comportamento de cada aluno, dentro de uma sala com 40 a 50 alunos.
Isso acaba deixando os educando, crianças indisciplinadas, pois um só professor não consegue trabalhar em uma classe lotada, além de ser pequena, e não ter um conforto, isso faz com que o professor não tenha domínio em sua sala, para trabalhar com seus alunos, a falta de criatividade também contribui para indisciplina.
Para trabalhar com indisciplina na escola, ela tem que possuir recursos, que é o que nossas escolas estão precisando muito. O uso de recursos é muito importante para trabalhar a aprendizagem do aluno, pois irá estimular a criança a querer aprender, e a serem crianças que tenham disciplina.
Com os recursos que a escola possui o aluno irá se sentir mais motivado para participar dos momentos de estudos que tem. Além de está ajudando o professor para fazer coisas criativas em sua sala, irá ajudar no comportamento e disciplina de cada aluno. Tudo isso só depende dos recursos, que é o que todo professor sonha.

COMO TRABALHAR A APRENDIZAGEM NA JUVENTUDE

Sabemos que não é fácil ser um profissional da educação, porque você está trabalhando com crianças que serão o futuro do nosso país. E quando você trabalha com crianças de 5ª e 6ª séries, aí é que o trabalho dobra é muito, pois você é muito cobrado, tanto pelos que te rodeiam, quanto pelos seus próprios alunos.
Quando você passa a trabalhar com pré-adolescentes e adolescentes, você também tem que ser um pré- adolescente ou adolescente, porque o seu método de trabalho muda, e você tem que mudar também, não podemos lidar com crianças de 5ª ao 9ª ano, do mesmo jeito que trabalho com 1ª a 4ª ano.
Ao trabalharmos a aprendizagem na juventude temos que ser muito criativos, para poder orientar nossos adolescentes em seus estudos. Temos que usar coisas que chamem sua atenção, se uma tentativa não deu certo, parte para outra, quem sabe você vai ter um grande sucesso.
Tem uma história que nos mostra a força da criatividade. Um cachorro perdido na selva vê um tigre faminto correndo em sua direção. Temendo ser devorado, pensa rapidamente em uma saída. Vendo uns ossos no chão, põe-se a mordê-los e lambendo os beiços diz em voz alta:
_ Que tigre saboroso acabei de comer.
Ouvindo isso, o tigre se põe a correr desesperado e, no caminho vai pensando: “ por pouco não fui comido por esse cachorro”.
Um macaco, que do alto assistiu a tudo, vai até o tigre e conta-lhe que o cachorro o enganou.
Furioso, o tigre dá meia volta a devorar o cachorro e leva consigo o macaco. Porém, o cachorro percebendo que o tigre vem de novo em seu encontro trazendo o macaco em suas costas, vira-se e fingindo não ver a aproximação do dois, comenta em voz alta:
_Macaco preguiçoso! Faz meia hora que pedi para me trazer outro tigre e até agora nada!
E assim, apavorado, o tigre sai em nova fuga disparado.
Segundo essa pequena história, podemos notar o quanto a criatividade é importante. O professor que trabalha com adolescentes, tem que está preparado igual o cachorro, pois os jovens e adolescentes, eles são iguais ao tigre tentam te devorar com perguntas, e toda hora estão te testando em relação ao nosso conhecimento.
O professor ao trabalhar com adolescentes, tem uma grande necessidade de tudo o que for fazer, ter que usar a sua criatividade. Porque eles estão na fase de muita energia, fazem barulho e conversam bastante, se o professor não tiver criatividade para lidar com eles, não consegue segurar a turma.
O educador para poder orientá-los em sala, tem que sair da rotina, se não eles mesmo irão reclamar e não vão querer fazer nada, as atividade que vão sendo passadas para eles precisam ser diferentes, cada dia usar coisas diferentes que chame a atenção deles.
É interessante fazer atividades ao ar livre, e permitir que todos participem dos momentos de estudos, outra coisa que chama muito a atenção deles são tarefas que os desafiem, todos gostam de desafios, d aventuras, gostam de coisas arriscadas e de competição. Sai muito em conta você trabalhar coisas que ele gostam, do que ficar só na rotina, pois a rotina chama a conversa.

Segundo o grupo de Ensino Fundamental corresponde à 7ª e 8ª séries, as quais são bastante semelhantes em energia ( e preguiça!), disposição e linguajar, assim como em capacidade mental e instância emocional. Se bem que há muitos adolescentes que tem comportamento juvenil, é também verdade que não devem ser tratados como crianças (Adolfo Semo Suárez sou professor e agora?2005, página 86)

Os adolescentes e juvenis, todos possuem comportamentos diferentes, alguns tem muita energia, mais outros, se pudessem nem saiam do lugar, para não ter trabalho de levantar, e as atividades, reclamam demais, falando que são grandes e difíceis e que nunca vai terminar, outra coisa que o professor tem que saber e aprender a trabalhar com eles.
O professor tem que ser uma pessoa que trabalha com a motivação, porque o que tem de jovens e adolescentes com a auto-estima baixa, nos deixa muito preocupados, porque se eles não tiverem motivação para nada, não vão ter para estudar.
Podemos perceber o quanto o papel do professor é importante na vida de nossas crianças, adolescentes e jovens, que há alguns anos serão os nossos herdeiros. Portanto professores vamos aprender a trabalhar com eles, porque hoje nós somos as pessoas que os orientam, amanhã eles serão os nossos orientadores.

EDUCAÇÃO HOJE

O futuro da sociedade depende de jovens capacitados. E os professores é quem orienta-os para terem essa capacidade, é importante que o educador tenha um bom conhecimento, para que possa orientá-los bem, fazendo com que eles aprendam bem.
Sabemos que a região do nordeste, é a que mais sofre com as condições de estudos, que são oferecidas para nossas crianças, com a falta de condições que a escola possui, uma boa parte dos alunos são prejudicados, pois a escola não tem recursos, como já foi abordado, para educar as crianças.
Com a falta de recursos é a falta de criatividade, os alunos nas escolas, ficam todo dia na mesma rotina, chegam abrem o livro e começam a fazer uma cópia de um texto, isso é quando a cópia não está no quadro para que façam, os alunos da rede pública são acostumados assim, é tão incrível que quando chegam na sala, a primeira coisa que fazem é abrir o caderno e pegar o lápis.

“Pode-se descobrir, pelas palavras de abertura da sala, que tais professores não se preocupam em usar a criatividade. Não são professores criativos. Suas aulas são previsíveis, cansativas e monótonas. Vivem no colorido e criativo século XXI, mas insistem em praticar a arte de ensino apenas em preto e branco”. (Adolfo S. Suárez sou professor e agora?.2005, página 50)

Concordo com o professor em relação as rotinas que os professores teimam em continuar, ao entrar em uma sala que vive na rotina podemos observar nos alunos os rostos cansados, porque as crianças não gostam de ficar na rotina, eles mesmos são os primeiros a reclamarem, pois querem algo novo que chame sua atenção.
Às vezes deixamos de observar e ver que todos tem capacidade de criar, e nós às vezes fechamos os nossos olhos e não vemos, e entregamos tudo feito, para que não tenham trabalho para fazer, ou pensamos que não vão dá conta de fazer, isso faz com que saiam prejudicados, e não consigam fazer nada sozinho.
Como é que vamos saber se o aluno tem capacidade fazer, se não deixamos eles fazerem, eles tentarem mesmo que errem, mais algum dia vão acertar, pois nós aprendemos errando e acertando, isso vem acontecendo com nossas crianças também.
Temos que mostrar para nossos alunos que eles podem imaginar, inventar, produzir, discordar de alguma coisa que não acreditem, criticar e lutar pelo que pensam , pra que possam trabalhar por suas conquistas, sonhos e objetivos e ainda mais lutar pelo futuro da sociedade.
Mais para que lutem precisam ser um debatedor de idéias, deixar de lado o medo e a timidez e apesar sua sabedoria. Porque um dia lá no futuro eles também poderão influenciar pessoas a lutarem pelos seus idéias e pensamentos, assim com ajuda dos futuros cidadãos irá ajudar a sociedade.
“Bons jovens se preparam para o sucesso. Jovens brilhantes se preparam para as derrotas. Eles sabem que a vida é um contrato de risco e que não há caminho sem acidentes. Portanto, têm consciência de que ninguém é digno do pódio se não usar suas derrotas para conquistá-las”.
Aury, Augusto 2007 pg 44.
Há educadores que veste a camisa de professores e lutam juntas com seus alunos, pelo o sucesso, pelos seus sonhos, professores esses que querem mudança na sociedade, e grandes melhoras em nossos pais, professores que tem orgulho de ser professor, e tem a grande vontade de conquistar o sucesso, ao lado de seus alunos.
A educação é o que transforma o meio em que vivem, com recursos ou sem recursos nas escolas, não devemos parar de deixar tudo se acabar aos poucos, devemos lutar para que nossos alunos possam aprender bem.

CONTINUE APRENDENDO

Diariamente mesmo que você não esteja em uma escola estudando, mais tudo o que você faz ver, assisti, a conversa com alguém, ali você está aprendendo, pois se for uma conversa vai acontecer troca de informações, tudo o que você ver ou ouve, esta aprendendo.
“A vida é um contínuo aprender. Você nunca pode parar de aprender porque, se fizer isto, ficará parado no tempo. Com o advento da internet, surgir no mundo um grande movimento pela educação a distancia. Ela oferece cursos para que os profissionais continuem aprendendo em casa ou no trabalho sem ter que parar sua rotina”.
Eliel Unglaub 10/Atitudes para o estudo inteligente (2005 pagina 135)
De acordo com o professor Eliel Unglaub, podem ver que nós sempre podemos continuar aprender, porque o que não falta é oportunidade de estudo, como ele mesmo diz em seu livro que com o advento da internet, você pode continuar estudando, e nem precisa sair de casa, se não quiser, e nós mesmos podemos fazer o nosso próprio horário.
A internet nos proporciona cursos a distancia que podemos, mesmo em casa, ou no trabalho ou em lugar que você acha agradável, um ambiente que você tem mais facilidade de aprender. Com essas oportunidades que temos e cada dia surgem mais, as pessoas podem aprender e se atualizar de forma pratico e rápido, se quer se estresse o perca o interesse pelo o estudo.
Cada vez mais áreas profissionais aderem a este novo método de aprendizado. Milhares de executivos e profissionais se beneficiam desta modalidade de ensino. E você certamente será um desses estudantes “distantes”. Além da educação existe um outro sistema de ensino chamado de educação continua,que se direciona a diversos cursos de aprendizagem especialmente cursos de especialização e pós graduação.
Podemos notar através deste texto que nós não devemos ficar parados, porque oportunidades temos, precisamos de disposição e vontade, a internet é que você pode fazer o curso que quiser, porque opções tem muitas, e torna o profissional também.
Tudo o que você faz e tudo o que quer fazer depende do estudo de sua formação, você quer muito trabalhar em uma empresa, se não tiver estudo, você não entra nem na porta, na sociedade em que vivemos encontramos dois tipos de Brasileiros, os que procuram uma formação, e os que procuram as diversas.
Muitos sabem que só vão ter uma casa boa, um emprego bom, uma condição boa, se estiverem um bom estudo e uma boa formação, também sabendo que hoje nós valemos o que somos, a formação que temos, e a capacidade que adquirimos com nossos estudos.
“Acostume-se com a idéia de que você será um eterno estudante. Não pense que isto é ruim. Ao contrario, você terá a chance de descobrir novos horizontes, pesquisar novas descobertas, conhecer novas realidades e mergulhar cada vez mais no magnífico mundo dos saberes”.
Sabemos que todos nós que corremos atrás de uma formação, de uma profissão, somos eternos estudantes, que não podemos parar nunca, devemos sempre lutarmos, por mais uma formação, por um diploma e nos profissionalizarmos também.
Como já foi abordado neste texto que os profissionais da educação são os que mais vão em busca de uma formação de nossos alunos, e para que eles sejam um eterno estudantes, nós também devemos ser, pois o que todos queremos é que nossas crianças aprendam bem.

BIBLIOGRAFIA

Demo, P. 2003, Estudos/ Alfabetização (apostilas)
Parábolas Eternas / Organização: Legrand
Belo Horizonte: Saber Editora, 2004.

Cury, augusto
Filhos brilhantes, alunos fascinantes / Augusto Cury
São Paulo: Editora Planeta do Brasil, 2007.

Semo Suárez, Adolfo
Sou professor. E agora? Sugestoes para a prática de um magistério cristão eficaz / Adolfo Semo Suárez 2 ed.
Engenheiro Coelho – SP: Paradigma, 2005.

Unglaub, Eliel
101 atitudes para o estudo inteligente – alcance o sucesso, descomplicando a arte de estudar / Eliel Unglaub, Delton Lehr Unglaub
Engenheiro Coelho – SP Editora Paradigma – 2008.

Anúncios

1 Comentário »

  1. Trabalho interessante, mostrando grande compromisso com seus alunos. De fato, aprender bem é desafio da hora e todo mundo vai percebendo que é decisivo para a vida (não só para o mercado).
    Creio que seu texto ainda é um tanto disperso – tem temas em excesso. Precisa centrar-se num assunto e levá-lo até ao fim, argumentando da melhor maneira possível. Mostra que tem visão ampla de educação e isto é bom. Mas para fins de um texto científico, é indispensável saber focar e aprofundar.
    Mas está muito bom para começo de conversa.
    Pedro Demo

    Comentário por Pedro Demo — maio 5, 2010 @ 5:34 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: